quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Conhecer a Rede Natura 2000

A rede Natura 2000 é constituida por um conjunto de zonas definidas pelos estados membros de acordo com vários critérios científicos ao abrigo das directivas Aves e Habitats. O objectivo desta rede é garantir a conservação a longo prazo das espécies de aves e seus habitats, contribuindo desta forma para evitar a perda de biodiversidade na Europa. Esta é a principal ferramenta para conservação da Natureza na União Europeia. Conhecê-la é fundamental.


Conheça a legislação

A Rede Natura 2000 devide-se em Zonas de Protecção Especial (mapa das ZPE) estabelecidas ao abrigo da Directiva Aves e os Sítios de Importância Comunitária (mapa dos SIC) criadas ao abrigo da Directiva Habitats. Cerca de 17% do território português está classificado como Zona de Protecção Especial.

Na página do ICNF pode ser encontrada mais informação e cartografia sobre a Rede Natura 2000.

O Natura 2000 Network Viewer é uma ferramenta muito útil que disponibiliza informação sobre toda a rede Natura 2000 na Europa.

No dia 21 de Maio celebra-se o Dia Europeu da Rede Natura 2000. Não esquecer...



O site www.redenatura2000.azores.gov.pt  dispõe de informação detalhada sobre a Rede Natura 2000 nos Açores e neste link estão listadas as zonas classificadas pela Rede Natura 2000 na Madeira.

Em Espanha a Seo/Birdlife e a Agência de Noticias EFE desenvolveram o projecto LIFE Activa Red Natura 2000 - Natura 2000: Connecting People with Biodiversity. Neste projecto produziram uma serie de episódios que dão a conhecer a vida nos vários espaços classificados pela Rede Natura 2000.


A Rede Natura 2000 no Alentejo

As Zonas de Protecção Especial no Alentejo abrangem uma área total de 345 891ha, ou seja cerca de 11% do território alentejano.
  • Estuário do Sado (PTZPE0011), com uma área total de 24 633ha, repartida pelo Alentejo Litoral e a Península de Setúbal
  • Açude da Murta, (PTZPE0012), com uma área de 489ha.
  • Lagoa de Santo André, (PTZPE0013) com uma área de 2165 ha (entre área terrestre e marinha)
  • Lagoa da Sancha, (PTZPE0014), com uma área de 408,79ha
  • Costa Sudoeste (PTZPE0015), com uma área total de 74 414,89ha (entre área terrestre e marinha) dividida entre o Alentejo e o Algarve.
  • Campo Maior, (PTZPE0043), com uma área de 9 579ha.
  • Mourão/Moura/Barrancos, (PTZPE0045), com uma área de 84 912,98ha.
  • Castro Verde (PTZPE0046), com uma área de 85 343,04ha
  • Vale do Guadiana (PTZPE0047), com uma área de 76 543ha.
  • Monforte (PTZPE0051), com uma área de 1.887,36ha.
  • Veiros (PTEZPE0052), com uma área de 1.959,51ha.
  • Vila Fernando (PTZPE0053), com uma área de 5 260,66ha.
  • São Vicente (PTZPE0054),  com uma área de 3 564ha.
  • Évora (PTZPE0055), com uma área de 14 707,43ha.
  • Reguengos (PTZPE0056), com uma área de 6 042,65ha.
  • Cuba (PTZPE0057), com uma área de 4 080,84ha.
  • Piçarras (PTZPE0058), com uma área de 2 827,35ha.
  • Torre da Bolsa (PTZPE0059), com uma área de 868,84ha.

Opiniões

A minha opinião com base na observação pessoal dos locais que conheço que estão inseridos na rede Natura 2000 faz-me pensar que estes regulamentos comunitários transcritos para a legislação portuguesa não estão a ser minimamente tidos em conta. Verifico regularmente que determinadas espécies estão a desaparecer de locais onde antes eram frequentes.








EmoticonEmoticon